Sofa

 

Gravatá - PE (ao Vivo)

Você está aqui Home

Tecnologia brasileira permite comandar smartphones com o cabelo

Uma pesquisadora da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro criou uma tecnologia que permite controlar qualquer smartphone com um simples toque no cabelo. O experimento, chamado de Hairware, pode realizar ações discretas para que você possa tirar uma foto ou até mesmo enviar sua localização.

Katia Veiga e seus colegas criaram o sistema usando filamentos de cabelo metalizados e condutivos que podem ser ativados para acionar aplicativos específicos dependendo do número de toques.

Ela considera, por exemplo, que o experimento poderá ser aplicado em situações de perigo, como quando uma mulher estiver se sentindo ameaçada. Dessa forma, será possível tocar no cabelo e enviar um sinal de alerta com a localização de onde está.

Aprendendo com o usuário

A habilidade do cabelo para armazenar eletricidade muda quando tocada e isso pode ser usado para trocar os controles. Ao tocar uma vez, um aplicativo poderá ser aberto. Dois toques poderá realizar outra função. E como mexer no cabelo é um movimento natural do corpo humano, ninguém saberá o que está acontecendo.

Um microcontrolador de arduino e um sistema de comunicação Bluetooth  são os responsáveis por provir o sistema de inteligência e a conectividade, com um algoritmo que aprende ao longo do tempo quando o usuário tem a intenção de desencadear a ação.

Mágica e James Bond

Segundo Katia, o resultado é um aplicativo que mistura mágica com uma pitada de James Bond. Ela espera comercializar a tecnologia e, além do uso para segurança pessoal, particularmente para mulheres, ela também vê um potencial de uso por agências de inteligência.

Katia apresentou seu projeto durante a IUI 2015, uma conferência sobre interfaces inteligentes realizada em Atlanta nos Estados Unidos durante os dias 29 de março e 1º de abril. Ela recebeu o prêmio de melhor tecnologia de demonstração do evento.

 

Fonte: Tecmundo | New Scientist
Leia mais...

Videochamadas estão chegando ao WhatsApp. Quer experimentar? Saiba como!

Recentemente, os usuários do WhatsApp foram surpreendidos com uma notícia incrível: o recurso de chamadas por voz está liberado para todos os dispositivos equipados com Android. Essa função, que proporciona algumas mudanças na interface do aplicativo, permite realizar ligações sem custo para um contato da agenda, oferecendo uma alternativa para as tradicionais conversas de texto.

Essa era uma notícia bastante aguardada por todos, uma vez que a funcionalidade estava sendo distribuída aos poucos através de convites enviados aos usuários. Em fevereiro, os primeiros sortudos puderam testar o recurso; no mês seguinte, um novo pacote de convites foi distribuído e agora a “festa está liberada” para todo mundo.

Chamadas de voz no WhatsApp.

A “BOMBA”: videochamadas ao estilo “Skype”

Porém, o motivo pelo qual essa matéria está sendo redigida é outro, mas igualmente surpreendente: o WhatsApp está implementando o recurso de videochamadas no mensageiro, funcionalidade que já está disponível para alguns usuários seletos e vai ser distribuído através do mesmo esquema de convites.

O TecMundo conseguiu colocar as mãos nesse update “secreto” do WhatsApp e viemos trazer, em primeira mão, as nossas primeiras impressões sobre esse recurso e oferecer um “surpresinha” para os leitores. Mas acalmem-se, uma coisa de cada vez.

Botão de videochamadas no WhatsApp.

Videochamadas no WhatsApp: como elas funcionam

Quem já testou as ligações por voz no mensageiro, não vai se assustar com o funcionamento das videochamadas. O GIF abaixo ilustra bem como ficou a nova interface do WhatsApp.

Ao lado do novo ícone de chamadas por voz, aquela tradicional imagem de uma câmera tomou o lugar do clipe que era usado para adicionar anexos na conversa. Clicando sobre esse botão, a videochamada é iniciada, habilitando a câmera frontal do aparelho para que o destinatário possa ver o rosto de quem está ligando ao atender a ligação.

Videochamada em andamento no WhatsApp.

Surpresinha do TecMundo

Assim como as ligações por voz, as videochamadas só estão habilitadas para quem recebeu um convite. Porém, aqueles que estão com esse recurso funcionando, podem realizar chamadas em vídeo para os contatos para habilitar a funcionalidade em outros dispositivos. E é aqui que entra a surpresinha elaborada pelo site de tecnologia TecMundo.

Como vocês puderam ver, eles estão com as videochamadas habilitadas no WhatsApp de vários aparelhos. Eles querem muito poder distribuir essa nova funcionalidade para todos os leitores, mas vão priorizar aqueles que fizerem um “pedido”.

Quer experimentar as videochamadas do WhatsApp?

O pedido – muito simples, diga-se de passagem – consiste em compartilhar a matéria deles através do Facebook. Como muitos devem saber, os compartilhamentos ficam registrados na rede social, permitindo-os saber quais usuários realmente realizaram tal ação.

O TecMundo vai escolher, de forma aleatória, mil usuários por semana (durante o próximo mês) para fazer uma videochamada e habilitar o recurso nesses aparelhos. Entrarão em contato por inbox pedindo o número dessas pessoas, dispensando a necessidade de informá-los para nós.

.....

 

O período de seleção dos leitores começou a partir da publicação da matéria deles. Portanto, se você está lendo esse texto, saiba que a chance de testar o recurso de videochamadas antes de todo mundo está a um “compartilhamento” de distância. Corre lá!

Fonte: Tecmundo

Leia mais...

ATUALIZADO: Windows piratas serão atualizados gratuitamente para Windows 10

A pirataria é um problema que afeta vários países, seja no lado leste ou oeste do globo. A Microsoft sabe disso, e anunciou que encontrou uma forma de combater essa medida: atualizar gratuitamente todas as cópias piratas do Windows para Windows 10.

A informação foi dada por Terry Myerson, executivo da Microsoft, durante a conferência de tecnologia WinHEC, realizada em Shenzhen, na China, e visa mudar um cenário no qual, entre os chineses, 75% das cópias do sistema operacional não são oficiais.

“Vamos atualizar todos os PCs que se enquadrem [nos requisitos], estejam eles usando ou não cópias genuínas, para Windows 10”, explicou o executivo em entrevista por telefone à equipe do site da Reuters. [ATUALIZADO: A princípio, a informação dava a entender que isso valeria apenas para o território chinês, mas um representante da Microsoft informou ao site The Verge que "qualquer pessoa pode migrar para o Windows 10, incluindo aqueles que possuem cópias piratas".]

Outro detalhe mencionado por Myerson é que a nova versão do sistema operacional será lançada globalmente em algum momento do terceiro trimestre deste ano – e como essa informação veio de alguém com um cargo alto na Microsoft, há grandes chances de que ela se confirme com o passar do tempo.

Fonte: Reuters| Bill Rigby The Verge|Tom Warren

 

Imagens: Microsoft
Leia mais...

11 pessoas e animais que se parecem com desenhos animados

1 - Nicki Batata

Cantora Nicki Minaj e Senhora Cabeça de Batata do "Toy Story"

2 - Johnny Bomba

Johnny Bravo

3 - Ração sabor noz

Sid de "A Era do Gelo"

4 - Só observando

Turanga Leela do "Futurama"

5 - Tio do Simba

Khal Drogo de "Game of Thrones" e Scar de "O Rei Leão"

6 - Oun!

Grumpy Cat e Mestre Shifu de "Kung Fu Panda"

7 - A Rainha do Gelo esquentou

Anna Faith e Elsa de "Frozen - Uma Aventura Congelante"

8 - Não tem diferença

Danny de Vito e Cosmo Spacely dos "Jetsons"

9 - Queixo sob medida


Peter Griffin de "Uma Família da Pesada"

10 - Olho de Thundera me dê beleza além do alcance


Comediante Carrot Top e Lion do "Thundercats"

11 - Catman


Batman

Fonte: TecMundo/Boredpanda

Imagens: Anna Faith (Instagram)/ Pixabay

Leia mais...

LG quer vender 10 milhões de unidades do celular G4

 

De acordo com o The Korea Times, a LG está com uma meta de vender 10 milhões de unidades de seu futuro celular top de linha, o G4. Por enquanto, o telefone ainda não foi mostrado, mas é esperado que isso seja feito em um evento a se realizar em abril.

Segundo especulações, o sucessor do G3 pode vir com uma tela de 5,5 polegadas e resolução de 1440x2560 (QHD). O processador é um mistério, já que pode ser tanto um Snapdragon 810 com oito núcleos da Qualcomm como um próprio da LG.

Para atingir a meta de 10 milhões de G4 em 2015, a companhia planeja campanhas pesadas nos Estados Unidos, na Europa e na Coreia do Sul. Embora pretenda aumentar a vantagem com relação às fabricantes chinesas, como a Xiaomi, a LG não tem perspectivas de fazer as mesmas promoções no país asiático.

De acordo com Cho Juno, chefe de mobile da companhia, o Galaxy S6, da Samsung, impressionou os diretores da LG. Entretanto, ele acredita nas chances de sucesso do G4, embora o S6 tenha mais atenção da mídia.

 

Fonte: The Korea Times/ Kim Yoo-chul

Leia mais...

Página 1 de 152